Criação do Eixo 3 “Migração, gênero e corpo” – FSMM 2016

Online petition calls for gender equality at the World Social Forum on Migration

Este eixo foi incorporado no FSMM 2016 a pedido e articulação do Frente de Mulheres Imigrantes e Refugiadas FMIR (1),  que através de uma campanha de assinaturas no Avaaz visibilizaram o tema que foi proposto nas reuniões do Comité organizador local  onde alguns coletivos da FMIR participaram ativamente  e em dialogo com o Comité Internacional do FSMM se defini-o a incorporação de este eixo, sendo uma proposta e uma conquista das mulheres imigrantes e refugiadas.

A Campanha no Avaaz:

Solicitamos ao VII Fórum Mundial Social de Migrações, que acontecerá do 07 ao 10 de julho em São Paulo- Brasil, um compromisso concreto com a igualdade de gênero, garantindo a participação equitativa das mulheres imigrantes em todas as etapas do evento, e que elas sejam visivelmente contempladas num Eixo principal. Como mencionamos a seguir:

Eixo: Migração, Gênero e Corpo: Mulheres Migrantes, a luta pelo reconhecimento como Sujeitas de Direito.  Mulheres Refugiadas, Condições de abrigo e Mudanças Socioculturais. Mulher e Condições de Trabalho, Cooperativismo e Economia Solidaria. Mulher e Saúde: Dificuldades, Conquistas e Desafios Nacionais e Internacionais. Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos: Conhecimento, práticas e acesso aos serviços de atendimento. Migração de Menores de Idade. Combate à Violência Sexual, de Gênero e Tráfico de Pessoas: Que têm feito os países até agora? Migração da população LGBT. (Des)Criminalização da Diversidade Sexual no Mundo. População LGBT e (Im)possibilidades Laborais. Ser LGBT e refugiado: Dificuldades e Resistências. Políticas de Saúde para a População LGBT: Possibilidades, avances e desafios.

Acreditamos, que o Fórum deve ser ciente do aumento crescente de mulheres e meninas migrantes no mundo, sendo elas as mais vulneráveis.  
Além disso, consideramos que o fórum deve trabalhar em concordância com os documentos que garantem os direitos humanos das mulheres como os assinados internacionalmente na Conferência de Pequim +20 e  de Rio +20, este último indica dentro dos 17 objetivos de desenvolvimento sustentáveis – Agenda 2030, o objetivo de que os países assinantes entre eles Brasil “Alcancem a igualdade de gênero e empoderem todas as mulheres e meninas”.  Veja-se: http://www.pnud.org.br/ODS5.aspx

Certas/os de que V.Exa. saberá respeitar nossas solicitações, as/os abaixo-assinados solicitam imediatas providências e resposta sobre o assunto exposto

 

 

(1)A Frente de Mulheres Imigrantes e Refugiadas é  uma frente formada por mulheres imigrantes e refugiadas de diferentes coletivos e mulheres ativistas que se manifestam e posicionam em conjunturas políticas em prol dos direitos das mulheres imigrantes e refugiadas, lutando para ter maior visibilidade e espaço de protagonismo na cidade de São Paulo.

Esta entrada foi publicada em Frente de Mulheres Imigrantes e Refugiadas. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>